Quarto dia em Ourense na Espanha

Quero lembrar que hoje não é meu quarto dia em Ourense (na verdade já até estou em casa), mas o que vou escrever aqui é sobre meu quarto dia na cidade que foi no domingo, 17/02.

Como quase tudo está fechado no domingo fomos andar pelas pontes e claro tirar bastante fotos. Acordamos um pouco mais tarde para descansar da trilha que fizemos ontem e antes de sair fizemos um almoço rápido e saímos.

    

    

   

    

    

As pontes são lindas e a Ponte Romana é a mais encantadora de todas. No final dela (ou no início, vai depender do lado que se está), tem o Salesianos, um colégio lindíssimo.

    

Mais a frente dele tem o Palácio da Justiça.

Pelo caminho, além de admirar a paisagem, fazer checkin no Foursquare e tirar fotos, estava sempre observando se estava próxima da algum portal para hackear (tô falando do Ingress caso não tenha entendido).

    

    

A Ponte do Milênio foi a última que passamos para tirar fotos, ela é bem interessante, moderna e dá para tirar fotos lindas da cidade por conta da altura, mas o clima não cooperou muito, pois choveu o dia todo, uma chuva fina que deu para não se molhar usando um casaco com capuz, mas complicou na hora das fotos.

A câmera ficou molhada, tinha que ficar limpando a lente o tempo todo, mas consegui fotos boazinhas 🙂

    

    

   

    

    

Passamos por um parque onde tem umas máquinas para exercícios.

    

    

Aqui tem muitas praças e parques, quando o tempo está mais quentinho eles ficam cheios, as pessoas usam bastante estes espaços, quando não está chovendo.

    

    

   

Depois desta andada estávamos com fome, então decidimos parar num restaurante para comer. Cintia, minha irmã, me levou para comer no La Romántica. Tivemos que enfrentar uma pequena fila pois estava lotado, mas ela disse que valia a espera.

Passados 20 minutos entramos. O lugar dentro era normal, mas bem agradável, um ambiente muito familiar. Cintia falou que a lasanha era ótima e que a porção para uma pessoa tinha o bastante para duas pessoas, então achei por bem pedirmos uma e se não desse pediria outra meia porção.

Antes da refeição chegar eles servem salada e pão, mas como estava lotado o lugar acabou chegando tudo junto.

A massa daqui é algo que vou sentir muita falta (fico imaginando o tempo todo a massa na Itália), o pão apesar de uma aparência nada convidativa, estava ótimo, crocante por fora e muito macio por dentro.

A porção da lasanha, como Cintia falou, dava para as duas, principalmente por conta dos acompanhamentos, pão e salada.

Pagamos €6.80, por sinal refrigerante em lata aqui é muito caro, €1.50.Nem lembro se já comentei sobre isso em algum post.

Saindo do restaurante fomos andar um pouco e hackear mais portais, depois fomos para casa e não saímos mais. Preparamos/improvisamos um founde de chocolate com morangos, colocamos um filme e ficamos definindo o roteiro para nossa ida à Vigo durante a semana.

Para ver todas as fotos que estou tirando vocês podem acessar o link do álbum no Flickr.

Durante 10 anos trabalhei como Administradora de Sistemas / DevOps no CESAR e hoje trabalho como Analista de Segurança na In Loco e, mesmo gostando pra caramba da área que segui profissionalmente (pois não há nada melhor do que trabalhar naquilo que gosta e sente prazer em fazer) também gosto muito de outras coisas como por exemplo, cozinhar e viajar. Por conta desse gosto que tomei por cozinhar nasceu o Metidos a Chef, que começou como um grupo no Telegram onde eu e alguns amigos trocávamos fotos de pratos que estávamos fazendo, só que a ‘coisa’ evoluiu e decidi criar um blog para que as receitas pudesse ser compartilhadas com outras pessoas também.
Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *